Restaurantes que te deixam com água na Boca.

É impossível alguém voltar de uma viagem a Buenos Aires dizendo que passou fome. A capital portenha possui uma grande quantidade de bons restaurantes que agradam a todos os gostos e a todos os bolsos. As carnes argentinas são o grande destaque da culinária local, mas os bistrôs, cafés e sorveterias também não deixam a desejar. Puerto Madero e Palermo são as principais zonas gastronômicas, mas há boas surpresas espalhadas pela cidade inteira. Veja neste post algumas dicas.

Nos restaurantes da cidade, o servicio (serviço) geralmente não vem discriminado e deve ser somado ao valor final da conta. O valor praticado é o mesmo que usamos aqui no Brasil, 10% de serviço. Se você quiser deixar uma gorjeta, lá eles a chamam de propina.Em muitos locais eles entendem alguns termos em português, mas não custa aprender como se fala em espanhol outras palavras que podem ser importantes: almuerzo (almoço), cena (jantar), tapas (aperitivos), postres(sobremesa), cuenta (conta), botella (garrafa).  Se você quiser dividir um prato com outra pessoa, diga que é para compartir. E cuidado com os falsos cognatos: taza é xícara, vaso é copo e copa significa taça.

Sucre

Mariscal Antonio José de Sucre, 676 – Belgrano     www.sucrerestaurant.com.ar
Numa premiação recente que elegeu os 50 melhores restaurantes da América Latina, ele ficou em 29º lugar, e se considerarmos apenas os restaurantes da Argentina, ele ocupa a 6ª posição.  Tem um ambiente bacana com um grande salão, que tem a cozinha aberta ao fundo, uma adega de vinhos no centro do restaurante e um grande bar na lateral, com um paredão iluminado repleto de bebidas.

Chinchulines de Cordero
Chinchulines de Cordero
bandiola na Sucre
Bandiola

O Sucre está um pouco longe do Centro da cidade, mas vale muito a pena.  É bom reservar com antecedência, pois o local é bem requisitado.

 

Cabaña Las Lilas
Av. Alicia Moreau de Justo, 516 – Puerto Madero. www.laslilas.com
Especializado em carnes, é considerado um dos melhores da cidade. Pertence ao grupo Rubaiyat, muito conhecido em São Paulo. Possui um grande salão e também mesas na varanda que permitem curtir o visual de Puerto Madero. A carta de vinhos é bem variada e mostrada para o cliente num iPad. O restaurante é um poco caro, mas para quem gosta de carnes nobres e não se importa de gastar tanto por uma refeição bem servida, vale muito a pena.

Queen BeefCostillitas de cerdo marinadas en chimichurri, asadas lentamente.

 

 

La Carnicería
Thames 2367, Palermo Soho  Facebook // Instagram
La Carnicería, significa açougue em espanhol, mantém-se fiel às suas raízes de carne modernizar e aos clássicos Steakhouse com um spin contemporâneo e bastante excitante. Chouriço fumado, sweetbreads caramelizadas, salsicha de sangue com maçãs, queijo frito provoleta com peras. É uma nova geração de churrascaria  que não é do seu avô parrilla barrio, mas ele provavelmente são locos pela comida.

IMG_0861

É um ponto pequeno com menos de 12 mesas, um bar com alguns bancos, um lugar quente, e uma foto enorme de um armário de carne que reveste a parede do fundo. O espaço pode ficar muito quente e barulhento, as mesas estão próximos, e o quarto tem cheiro de carne fumada, mas ninguém se importa realmente.

La Carniceria, liderado por chefs / proprietários Pedro Peña, Alemão Sitz, e uma equipe de jovens cozinheiros e servidores, que se afasta do uso do grill argentino convencional. Em vez disso, eles criam pratos equilibrados inspirados por  parrilla tarifa, mas preparados de uma maneira completamente diferente.

 

IMG_4570-1024x768IMG_6679-1024x768

 

 

 

Gostou? compartilha.
Em breve mais dicas de Restaurantes.

 

Veja Também.

O que os portenhos comem

 

 

Anúncios
%d blogueiros gostam disto: